Ponto MIS está com inscrições abertas para oficina “Cinema, patrimônio e memória coletiva”

Atualizado em: 20 de julho de 2021

O programa Pontos MIS, do Museu da Imagem e do Som, está com inscrições abertas para a oficina “Cinema, patrimônio e memória coletiva” com André Manfrim. A oficina é gratuita e acontece nos dias 26, 28 e 30 de julho no formato online.

Sobre a oficina

A oficina abordará as relações entre o fazer cinematográfico e as políticas de preservação, patrimônio e memória. A oficina será composta por três encontros e será ministrada pelo documentarista, professor e pesquisador André Manfrim. 

Observação: A oficina pretende colaborar com projetos audiovisuais que tenham relação com políticas de patrimônio, preservação, salvaguarda e difusão da memória nas cidades e regiões. Pedimos, portanto, que os alunos e as alunas tragam para as aulas, sistematizadas, as informações e o contexto de realização dos projetos de interesse. Não é preciso trazer material filmado. Basta que haja algum projeto ou ação ligada a políticas de patrimônio e memória, e o interesse em agregar o audiovisual a esta experiência. Por exemplo: realizar um vídeo sobre uma exposição que ocorreu ou ocorrerá na cidade; realizar um documentário sobre a região do centro histórico, ou sobre algum edifício tombado; produzir um banco de imagens sobre o processo de restauro de alguma obra, monumento, ponto turístico etc. O formato é livre. Os projetos serão discutidos e orientados na oficina, na medida do possível dentro do tempo de que dispomos.  

Objetivo

O objetivo da oficina é ajudar profissionais e interessados em políticas de patrimônio a utilizarem ferramentas técnicas e estéticas do vídeo e do cinema em seus projetos e atividades. O cinema pode tanto servir como registro e divulgação de políticas patrimoniais já instaladas, como oferecer novas ferramentas de registro, produção de acervos ou ressignificação de elementos da memória coletiva presentes no território. A intenção é buscar relações entre cinema e patrimônio arquitetônico; cinema e monumentos; cinema e registro de saberes, cultura e identidade.  

Módulo 1 

Cinema e a produção de imagens da memória coletiva  

No primeiro encontro vamos discutir como alguns cineastas e documentaristas abordaram assuntos ligados a políticas de patrimônio e memória coletiva. Serão apresentados trechos de filmes de realizadores(as) estrangeiros(as) (Patrício Guzman, Agnés Varda, Chris Marker) e brasileiros(as) (Anita Leandro, Luis Labaki, Paula Sacchetta).  

 

Módulo 2 

Possibilidades e práticas 

No segundo encontro serão trabalhadas questões relativas às políticas de patrimônio que ocorrem ou podem ser filmadas nas cidades e territórios dos alunos da oficina. A intenção é pensar como a oficina pode dar apoio instrumental para projetos que já ocorram, ou mesmo como desenvolvimento de novas ideias. Os alunos serão convidados a trazer propostas práticas, que poderão ser o registro das políticas de patrimônio, produção de banco de imagens, edição de imagens já produzidas etc. 

 

Módulo 3  

Avaliação e encaminhamentos   

No terceiro encontro faremos um fechamento teórico e prático da oficina, pensando como audiovisual e políticas de patrimônio podem se relacionar. Serão discutidos mais alguns exemplos da história do cinema, que se relacionam com os projetos trazidos pelos alunos e alunas. Faremos também a orientação técnica e instrumental dos projetos audiovisuais que queiram ter seguimento depois da oficina.  

*Esta atividade é realizada em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e está vinculada ao projeto Brasil Memória, contemplado com o PROAC Editais Desenvolvimento de Séries – 2019. 

A atividade acontecerá de segunda, quarta e sexta-feira, das 19h às 22h, ao vivo pela plataforma Zoom. Ubatuba poderá inscrever até 50 participantes, via Sympla.

O link de acesso a aula será enviado automaticamente ao aluno no e-mail cadastrado na ficha de inscrição, assim como o certificado.

Inscreva-se através do link abaixo:

https://www.sympla.com.br/oficina-cinema-patrimonio-e-memoria-coletiva__1266739?token=611aa336bff37ebcc81cb6c1395e03bc

 

Sobre o professor

André Manfrim é formado em audiovisual pela ECA USP. Atualmente cursa graduação em História na FFLCH USP e é mestrando em Meios e Processos Audiovisuais, também na ECA USP. Dirigiu e roteirizou a série documental Habitação Social – Projetos de um Brasil (TV Cultura, TV Brasil e Amazon Prime Vídeo). Dirigiu a fotografia da série Onde nascem as ideias (Canal Curta!) e do longa-metragem documental O Barato de Iacanga (Netflix), entre outros projetos. Atualmente desenvolve a série televisiva Brasil Memória, através do edital PROAC Editais Desenvolvimento de Série 2019. 

Serviço

Oficina “Cinema, patrimônio e memória coletiva”
Data: 26, 28 e 30 de julho – segunda, quarta e sexta-feira
Realização: Pontos MIS
Duração: Três encontros de 3h cada
Classificação: A partir de 18 anos
Público-alvo: Interessados em história, arquitetura, museografia, restauro e/ou demais modalidades de patrimônio material e imaterial.

 

 

Todos os direitos reservados 2019
Desenvolvido por Eversoft