Aurorar: unindo pintura e poesia, exposição encanta o público

Post 11 de 480

Abertura recebeu cerca de 30 alunos na última sexta-feira  

Você já se sentiu realmente conectado com a arte? Como se a sua alma se unisse as cores e os poemas traduzissem o que diz seu coração? Essa é a sensação que a artista plástica Nádia Starikoff e a poetisa Carol Mondin conseguem despertar nas pessoas através de suas obras.

As artistas se conheceram em 2014 durante um encontro de meditação, e perceberam que entre elas existia uma ligação única, uma conexão de alma… conexão essa que ficou além da amizade, se transformou em ARTE! Se transformou em AURORAR!

“A Carol escreve exatamente aquilo que eu sinto, porque eu não consigo falar com palavras tão bonitas o que significa esse aurorar”, explica Nádia sobre essa sintonia.

O termo não possui significado em nenhum dicionário vendido em livrarias, só existe no dicionário do amor, que pode ser adquirido nas prateleiras do coração, quando temos pensamentos bons, pisamos na grama, vamos à praia, fazemos o bem…. Aurorar é renascer, florescer, crer no impossível, enfim, é VIVER!

Na sexta-feira (23/03), o Sobradão do Porto recebeu um grupinho de alunos da Escola Estadual Dr. Esteves da Silva que tiveram a oportunidade de acompanharem a exposição sendo monitorados pelas próprias artistas.

Enquanto Nádia explicava mais sobre seus quadros, Carol ia escrevendo poemas… poemas que traduziam a essência do quadro, a essência do verdadeiro feminino.

Os quadros possuem cores vibrantes e muitas flores, um jardim em cada obra. Pinturas que trazem paz e poemas que nos fazem refletir, uma união perfeita entre arte e poesia.

As crianças não perdiam um minuto de explicação, seus olhos brilhavam, sorrisos surgiam, o local estava tomado de amor e ternura.

“O grupo de crianças é muito rico, elas são sempre sinceras. Estavam muito interessadas, participando e refletindo. Foi muito mágico!”, disse a poetisa emocionada.

A aluna Mikaelly estava encantada com todos os quadros, mas quando foi perguntada sobre o seu preferido, respondeu rápido: “gostei mais do quadro que a moça segura um livro.  Eu amo ler para minhas amigas… amo os livros”, disse a estudante de 10 anos enquanto terminava de pintar o desenho que as artistas deram para cada criança ao término da atividade.

Para o Diretor Presidente da FundArt, Pedro Paulo, a interação entre as crianças e as artistas representou um momento muito importante, singelo, mas ao mesmo tempo grandioso, não pelo tamanho e sim pela sensibilidade.

A exposição “Aurorar” estará aberta à visitação até o dia 4 de maio, de segunda a sexta das 9h às 12h e das 14h às 17h e sábados, domingos e feriados das 14h às 22h.

SERVIÇO:
Exposição “Aurorar” de Nádia Starikoff e Carol Mondin
Período de Exposição: de 23 de março a 4 de maio
Horário: De  segunda a sexta das 9h às 12h e das 14h às 17; Sábados, domingos e feriados das 14h às 22h
Local: Sobradão do Porto – Praça Anchieta, 38 – Centro
Realização: Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, SISEM-SP (Sistema Estadual de Museus de São Paulo), e ACAM Portinari
Produção: Desvela – Empreendimentos Socioculturais
Apoio Local: FundArt e Prefeitura Municipal de Ubatuba
Evento gratuito

Veja também: Exposição “Aurorar” celebra o mês da mulher em Ubatuba

Menu