Arquivo Municipal de Caraguatatuba homenageia história da imprensa do Litoral Norte em seu 21º aniversário

Post 53 de 703

 

  • Exposição PASSOS, PERSONAGENS E PAISAGENS DE CARAGUATATUBA.

Obras de Arnaldo Passos, de 20 de março a 30 de abril de 2019, das 8-18h, de segunda a sexta-feira, no saguão do Arquivo Municipal “Arino Sant’Ana de Barros”.

 

  • V CICLO DE PALESTRAS E SEMINÁRIOS – Aniversário do Arquivo Municipal “Arino Sant’Ana de Barros”.

– Arquivo Público Histórico e Permanente de Caraguatatuba.

            Em 20/03/2019, quarta-feira, no Auditório Maristela de Oliveira/Fundacc.

 

PROGRAMAÇÃO:

Manhã:

8h – Credenciamento e apresentação musical: Violino com Mariane Amaral.

9h – Abertura oficial do evento de Aniversário do Arquivo Público/Arquivo Municipal.

10h – Apresentação geral do tema: A Imprensa no Litoral Norte – sua História e contribuição para a Cultura Caiçara por Denise Lemes, historiadora.

10h10 – Palestra: “A História dos Jornais Impressos no Litoral Norte Paulista” com a jornalista Bruna Vieira Guimarães. Pesquisa efetuada para artigo e TCC em 2010.

11h – Palestra: Genocídio Caiçara, com a jornalista Priscila Siqueira sobre sua obra “Genocídio Caiçara”, aspectos passados e presentes.

 

Tarde:

13h30/14h – Credenciamento

14h/14h15 – Poema de Pedro Caetano ao som do violão do Maestro Zé Maria.

14h15/15h45 – Seminário: A Imprensa no Litoral Norte – sua História e contribuição para a Cultura Caiçara – Módulo I: Roda de conversa sobre a Imprensa Escrita e registros históricos, com os jornalistas: Priscila Siqueira, Selma Almeida, Dr. Fernando Antônio Braga Siqueira, Ednelson Prado, Salim Burihan e Pitágoras Bom Pastor Medeiros. Diálogos sobre a História da Imprensa escrita na região e contribuição para a defesa da Cultura Memória Caiçara.

15h45/16h – Pausa para o café.

16h/17h15 – II Parte do Seminário/Módulo I.

 

Noite:

18h/19h – Credenciamento.

18h45 – Apresentação musical.

19h30/22h – Seminário: A Imprensa no Litoral Norte – sua História e contribuição para a Cultura Caiçara – Módulo II: Roda de conversa sobre Rádio e TV. Com Roberto Espíndola; Fábio Ferreira; Salim Burihan, Rogério Assis, Ari Mattos, Audísio Santana, e Jota Parreira, da ISTV. Diálogos sobre o papel das rádios na divulgação da Cultura e Memória Caiçara.

 

Contatos para mais informações:

– Arquivo Municipal de Caraguatatuba “Arino Sant’Ana de Barros”. Tel.: 12 3897-5662 – com Denise/Fabiana.

E-mail: arquivopublicocaraguatatuba@gmail.com     

        

 

PALESTRANTES:

 

Selma Almeida

A jornalista Selma Almeida tem 53 anos e é formada há 30 anos em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero  (São Paulo ). Trabalhou durante  20 anos (de 1996 a 2016) no jornal Imprensa Livre, diário que circulou nas cidades do Litoral Norte. Nesse período exerceu os cargos de repórter geral, repórter policial (durante 8 anos), chefe de reportagem e editora chefe.

 

Bruna Vieira

 

Bruna Briti Vieira Guimarães é Doutora e Mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, graduada em Jornalismo e Gestão de Recursos Humanos. É professora de no Centro Universitário Módulo e consultora de Marketing e Gestão de Pessoas. Fundou a GENTECOM, agência de publicidade em 2012, e deste então presta serviços para comércios, serviços e instituições filantrópicas no Litoral Norte Paulista. Trabalhou em jornal diário, revista regional, assessoria de imprensa e agência de comunicação.

 

Rogério Assis

Rogério Assis, radialista e palestrante de radiodifusão, começou sua carreira no rádio bem cedo, em 1993 aos 14 anos de idade, atuava como voluntario em uma pequena rádio local na zona leste de São Paulo, mais tarde em 1999 foi para o Norte de Minas Gerais na cidade de Salinas, onde atuou como locutor até 2001, e retornou á São Paulo para se profissionalizar no Senac Comunicação e artes e depois na Radioficina cursos de comunicação em rádio e TV, onde também trabalhou por 10 anos, nessa época se tornou técnico de áudio profissional com passagem pela produtora Radix, onde foi responsável pela montagem de vinhetas para rádios de todo Brasil e também atuou como produtor e locutor na Rádio USP de São Paulo. Experiente profissional, que já atua á 25 anos em rádio nos setores de locução, produção e Jornalismo, atuou por 10 anos como docente na Radioficina escola de mídia eletrônica  e  consultor/Palestrante  de radiodifusão  pelo Brasil. Em Dezembro de 2011 estreou como locutor e produtor na Rádio Beira Mar de Rádios no Litoral Norte de São Paulo, onde atua até hoje.

https://www.facebook.com/assistvlive/

 

Jota Parreira

José Roberto Parreira, jornalista, radialista, comunicador e apresentador, natural de Nova Granada-SP, nascido em 03 de maio de 1954. 50 anos de experiência em rádio e TV, sendo 27 anos no Litoral Norte de SP: Rádio Oceânica AM de Caraguatatuba – programa: A CIDADE SE COMUNICA. Rádio Beiramar FM de São Sebastião – programa: DIRETO AO PONTO. Rádio Cidade FM de Ilhabela – DIRETO AO PONTO. Rádio Ilhabela FM de Ilhabela – DIRETO AO PONTO.

 

 

Salim Burihan.

 

O jornalista Salim Burihan nasceu em Caraguatatuba e é formado em jornalismo pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado). Como radialista, atuou em várias emissoras de rádio, entre elas,  Excelsior ( atual CBN), Oceânica (Caraguatatuba) e Piratininga (São José dos Campos). Como jornalista, prestou serviços nos jornais ValeParaibano (atual O Vale), Estadão, Jornal da Tarde (como correspondente) e na Folha de São Paulo. Foi secretário de Comunicação nas cidades de Caraguatatuba e Jacareí. Atualmente é editor do Portal Tamoios News e correspondente da Rádio Bandeirantes (SP).

 

Ednelson Prado

Jornalista e CEO da Vincere Comunicação, empresa de Marketing Político Digital. Professor das Faculdades Integradas Tereza D’Ávila, de Lorena. Radiorreporter da Rádio Unitau desde 2004. Começou sua carreira no Rádio em Ubatuba, na Rádio Costa Azul (1991 – 2004). Trabalhou na Radio Difusora, em Taubaté. Jornalista com atuação em revista, jornal, rádio e TV no Litoral e Vale do Paraíba, no jornalismo esportivo e político, e em programas de entrevista. Correspondente do jornal Imprensa Livre (Ubatuba) e repórter do Caderno Regional do Jornal Gazeta Mercantil, em São José dos Campos. Entre 2014 e 2016, Secretário de Comunicação na Prefeitura de Lorena. Entre 2012 e 2013, vice-presidente de Marketing do Esporte Clube Taubaté. Em diversas campanhas eleitorais, coordenou equipes de rádio para o horário eleitoral, e na comunicação digital. Formado em Jornalismo, é especialista em Narração Esportiva – Senac (SP) e em Locução de Textos Noticiosos – Faculdade Cásper Líbero (SP), Mestre em Linguística Aplicada e pós-graduado em Comunicação, Novas Tecnologias e Educação.

 

Priscila Siqueira

A jornalista Priscila Siqueira nasceu no Paraná e mora há muitos em São Sebastião/SP. Correspondente de vários jornais como a Folha de São Paulo e o jornal Estado de S. Paulo, cobriu os conflitos de terra ao longo da rodovia Rio – Santos durante a Ditadura Militar, a coação, invasão e roubo de terras de caiçaras por empresas  e especuladores imobiliários, que limitaram seu acesso ao mar. Dessa experiência resultou seu primeiro livro: “O Genocídio
dos Caiçaras”. Militante ambientalista, é uma das fundadoras da SOS Mata Atlântica e do Movimento de Preservação de São Sebastião. Atua incansavelmente contra o tráfico de pessoas, principalmente o de mulheres, adolescentes e crianças vendidas para a indústria sexual. Uma das articuladoras da ONG “SMM – Serviço de Prevenção ao Tráfico de Mulheres e Meninas”. Palestrante, participou de vários congressos e seminários no Brasil e no exterior. Escreveu o livro “Tráfico de Mulheres: Oferta, Demanda e Impunidade”, colaborando com muitos artigos e ensaios sobre o assunto. Milita na ONG “guarda-chuva”, movimento contra o Tráfico de Pessoas”. Lançou recentemente mais uma obra: “A outra face de Eva”, sobre a violência contra a mulher.

 

Roberto Vieira Espíndola

Nasceu em 19 de novembro de 1934, no Rio de janeiro. Em 1949, iniciou sua carreira jornalística como colaborador em várias revistas até sua contratação pela Revista do Rádio, a segunda maior revista brasileira na época, em 1950, conhecendo e tornando-se amigo de artistas famosos como a cantora Dalva de Oliveira e o apresentador Chacrinha. Também foi contratado como jornalista pela Rádio Nacional, mas começou sua carreira em Rádio, como apresentador de programa na Rádio Mauá/RJ, em 1952. Trabalhou em agências de propaganda e foi vice-presidente das emissoras de Rádio/TV, estando presente na inauguração da primeira estação de TV no Brasil. Proprietário de 15 estações de rádio, várias delas no Estado de São Paulo. Chegou em Caraguatatuba como veranista em 1982. Apaixonando-se pela cidade, adquiriu a Rádio Oceânica e foi um dos fundadores, depois proprietário, do Jornal Expressão Caiçara. Trouxe para o jornalismo e programas de Rádio no município nomes como Salim Burihan, Maurício Poeta Netto e JR Forlim, inovando a forma de se fazer rádio na região. Deixando a carreira no Rádio e no Jornal, criou uma revista – a Revista da Cidade, publicada bimestralmente já há 12 anos.

 

Fábio Ferreira

Jornalista, Radialista e Diretor da Rádio Antena 8 FM, Fábio Ferreira da Silva, 30 anos, nasceu em Mogi das Cruzes, mas foi criado em Caraguatatuba. Iniciou sua carreira em uma rádio caseira aos 14 anos. Depois de participar de programas da Rádio Oceânica AM, aos 18 anos passou a cobrir folgas dos apresentadores, conquistando seu próprio programa por 1 ano. Foi apresentador da Rádio Integração FM e, com a inauguração da primeira Rádio Comunitária de Ilhabela, tornou-se apresentador de seu primeiro jornal. Formado aos 22 anos em Radialismo pelo SENAC, trabalhou na Rádio Metropolitana/Estadão e como apresentador de eventos na Prefeitura de Salesópolis. Fez parte da Assessoria do Gabinete da Subprefeitura de SP: Santana/Tucuruvi/Mandaqui  (Governo Kassab); apresentou um programa na rádio comunitária de Imirim e contribuiu na instalação da Rádio Comunitária do Tucuruvi. Aos 25 anos voltou ao Litoral Norte como presidente do PSDC, trabalhando na Rádio Morada do Sol. Apresentou um programa de alcance regional (Vale do Paraíba/Serra da Mantiqueira/Litoral Norte) na TV Band Vale: AVP/Cidades & Negócios. Em  2015, conquistou a concessão de uma rádio FM comunitária da região sul de Caraguatatuba e norte de São Sebastião e criou a Rádio Antena 8 FM.

 

Pitágoras Bom Pastor de Medeiros

Pitágoras Bom Pastor de Medeiros, nascido em 1961, mudou-se para Caraguatatuba em 1964. Em 1975, trabalhou como office boy do Jornal Impacto, quando da sua fundação. Em 1976, trabalhou como fotógrafo de praia e, após estudar Fotografia  em São Paulo,  tornou-se repórter fotográfico dos jornais locais  Impacto e A Voz do Litoral, no qual participou da edição comemorativa e Festa de 25 anos, em 1978. Foi correspondente Regional  do Jornal ValeParaipano, no final de 1981; correspondente regional por um ano do extinto Jornal do Vale  (São José do Campos), na década de 1980,  e colunista político. É um “folclorista político” com uma memória invejável. Conviveu com personalidades importantes na História local e foi  amigo e colaborador de grandes nomes na Imprensa regional como Monteiro Jr. e Dorothy Hertel. Escreveu para vários jornais locais e regionais, como o Jornal Radiolit, onde manteve de 1983 até 1989 a Coluna Picles (política). Foi assessor geral e de imprensa do diretor regional da Sudelpa, o historiador Euclides Vigneron, de 1983 e 1988. Em 1988, cedido pela Sudelpa, colaborou na reorganização da Assessoria de Imprensa do Prefeito Jair Nunes de Souza, de quem foi também ghost writer.

 

Dr. Fernando Antonio Braga de Siqueira

Nascido em Bauru, São Paulo, alfabetizado em casa pela mãe professora. Aos 16 anos, rádio-repórter da Rádio Brasil de Adamantina. Redator, Correspondente dos jornais A Gazeta Esportiva, Diário de São Paulo, Rádio Bandeirantes. Auxiliar de Redação da Rádio Record. Retornando ao interior, na mesma organização, destacado para a gerência da Rádio Brasil, em Dracena. Pelos Diários Associados, por três dias esteve em Caraguatatuba, em 1967, ocasião da Catástrofe. Jornalista, MTB – 10.428, desde 04/1970. Vereador em Dracena, 1973/1976. Formou-se em Direito na Faculdade de Direito da Alta Paulista, em Tupã (1973), advogando por 35 anos. Fundador do Jornal Canal Aberto, em Ilhabela (2007). Associado do Lions Clube em Dracena, 1966 – 1976, e Ilhabela, 2005, até os dias atuais. Membro de Conselhos Municipais de Ilhabela – Sobre Drogas, Assistência Social, Cultura, Idoso.

 

Ari Mattos

O radialista Ari Mattos completou 52 anos de carreira com atuação em grandes rádios do Brasil, como a Rádio São Carlos (SP) e a Rádio Panorama (MG). No Litoral Norte de SP, teve progra

mas na Rádio Oceânica.  Trabalhou na extinta Rádio Costa Azul, de Ubatuba, nos anos 1980.

Atualmente possui seu próprio Home Estúdio, onde grava as Rádios de todo o Brasil, Portugal e Japão. Está de segunda a sábado na Rádio Cidade FM Ubatuba.

 

 

Audisio Santana

Proprietário da Produtora AVP, atuando há mais de 25 anos em Caraguatatuba e região na produção de comerciais, documentários, institucionais, coberturas jornalísticas e programas de TV.

 

 

 

 

 

Denise Lemes, Historiadora.

Arquivo Municipal de Caraguatatuba “Arino Sant’Ana de Barros”.

Lei Municipal n°  2.218/2015.

 

Fonte: Fundacc

Menu