Oficinas Culturais da FundArt realizaram grande evento de encerramento

Post 15 de 801

Encerramento das oficinas aconteceu no Teatro Municipal Pedro Paulo Teixeira Pinto nos dias 25 a 30 de novembro

Foto: Paulo Zumbi

Marcando o aniversário de 32 anos da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba – 25 de novembro – aconteceu o encerramento das oficinas culturais do projeto “Arte para Todos”. O evento comemorou os aprendizados e mostrou ao público o trabalho realizado durante o ano de 2019.

O projeto dá a oportunidade para os alunos e arte-educadores apresentarem o trabalho realizado durante o ano para a população. O arte-educador de musicalização nos polos parceiros da região Sul do município, Weber Silva, conta como os alunos reagiram a proposta de uma apresentação no Teatro: “Me lembro do dia em que compartilhei em uma de nossas aulas que, a apresentação final do nosso projeto, possivelmente seria no Teatro Municipal. As crianças ficaram eufóricas, porque boa parte delas jamais tiveram a oportunidade de ir ao teatro. ”

Com um público de mais de 1.800 pessoas o evento teve diversos espetáculos e exposições de todas as oficinas culturais oferecidas pela Prefeitura Municipal por meio da FundArt. Weber destaca ainda a importância da proposta: “O projeto Arte para Todos é de suma importância, uma vez que atinge também escolas de bairros periféricos, alcançando alunos de baixa renda que em muitos casos estão em situações de vulnerabilidade. ”

O projeto de Oficinas “Arte para Todos” vem atendendo cada dia mais munícipes, colaborando não somente na formação artística, mas também na formação pessoal dos alunos, registrando no segundo semestre de 2019 o recorde histórico de 1.600 matrículas e atendimento nas cinco regiões do município.

O Projeto “Arte para Todos”

O projeto de oficinas culturais “Arte para Todos” compreende atividades predominantemente de aspecto prático e cultural, de forma extensiva e regular, mas sem objetivo de formação profissional.

As oficinas priorizam a prática de atividades artísticas como meio de desenvolver as potencialidades expressivas, estimular a sensibilidade, ampliar a comunicabilidade, contribuir para a autoestima e auxiliar na formação de cidadãos, uma vez que o fazer artístico pressupõe e trabalha a consciência e o respeito aos outros.

A proposta também viabiliza a possibilidade de capacitar agentes multiplicadores nas diferentes linguagens artísticas, ampliando a oferta de atividades culturais para a população e ainda desenvolvendo um trabalho de inclusão e estímulo à cultura.

Matrículas e rematrículas a partir de fevereiro de 2020. 

,,,

Menu